A CONCEPÇÃO DO JEANS.


         A indústria do jeans vem crescendo de forma muito rápida e dinâmica, o setor jeans corresponde a 65% da indústria da moda, independente de cor, etnia, idade, ele faz e fará parte do guarda roupa de muitos brasileiros, ainda mais que a cada ano a tecnologia empregada nos processos desde a fabricação do tecido, passando pelo desenvolvimento onde abrange  a modelagem que considero a parte essencial após o estilo da roupa, então chegando ao corte, produção que abrange costura (facções ou internamente), lavanderia, acabamento e expedição, fechando o ciclo de produção, contribui para que cada vez mais por causa dessa tecnologia, desenvolvimento de processos e especialização da área nós tenhamos muito mais muito amor por aquela calça jeans bonita, cheia de detalhes, que se torna uma peça indispensável aos  nossos guarda roupas, por mais cara que seja, interessa que vista bem e eu esteja na moda, então para entendermos melhor esse cenário vamos entender como surgiu o jeans e como se tornou hoje peça fundamental para as pessoas.

Durante o século XIX, acontecia nos Estados Unidos a corrida pelo ouro. Os mineradores trabalhavam incessantemente, sujeitos a todo tipo de situação, e precisavam de roupas que fossem resistentes o suficiente para o trabalho pesado nas minas. Em 1853, o jovem Levi Strauss, um judeu alemão, foi ao velho oeste americano vender lona para cobrir as carroças dos mineradores, mas devido à saturação do mercado, seus produtos começaram a se acumular nas prateleiras. Ao observar o trabalho dos mineradores, percebeu que suas roupas não resistiam ao trabalho pesado, e que eles necessitavam de algo mais durável para a atividade que exerciam. Ao notar o que acontecia, sem perder tempo, Levi Strauss levou um dos trabalhadores a um alfaiate, e com o tecido que não conseguia vender, confeccionou uma calça para ele, na cor marrom.

Logo, as calças feitas com a lona se espalharam entre os mineradores. No entanto, esse material era muito rígido e desconfortável, o que fez Strauss buscar um tecido de igual resistência, porém, mais flexível. O tecido de algodão sarjado, uma espécie de brim, vinha da região de Nîmes, na França e era utilizado pelos marinheiros genoveses. Do seu local de origem, veio o nome denim, “de Nîmes”. A cor azul do tecido veio só depois, quando Levi Strauss decidiu tingir as peças com o corante de uma planta chamada Indigus, dando a cor pela qual o jeans é hoje conhecido. Em parceria com seus irmãos e cunhados fundou a Levi Strauss & Co®, hoje uma gigante do setor da moda mundial, sendo responsável pelas principais tendências do mundo da moda.

Petter Pacheco, Técnico em produção e sócio diretor do Instituto Jeans Treinamentos.

Sobre Petter D. Pacheco

Sou um aficionado por trabalho, e resolvi criar esse blog para auxiliar empresas fabricantes de roupas no setor do jeans, amo muito o que faço e quero transmitir um pouco que sei para todos aqueles que buscam informações, conhecimento e uma saída para algum problema, pois eles sempre tendem a aparecer.É assim que sou tudo que aprendi quero disponibilizar a todos que necessitam da melhor forma possível. E todos que queiram colaborar com meu blog, aguardo opiniões.

Publicado em 9 de junho de 2011, em PRODUÇÃO INÍCIO e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: